Jigging

Consulte aqui as classificações e documentação para esta Modalidade









Época 2017

Época 2016

Cartaz do Campeonato Nacional de Jigging 2016

Campeonato Nacional

Época 2015

Campeonato Nacional
1ª Mão 2ª Mão Final
Classificação (1)

INTRODUÇÃO AO JIGGING (ZAGAIA) OU PESCA VERTICAL

HISTORIA

O JIGGING, nasceu nos primórdios do SEC.XX, inicialmente utilizado como pesca de mão, havendo relatos da utilização de artefactos construídos a partir de utensílios como colheres e facas ao qual era colocado um anzol, estes foram experimentados pelos pescadores de bacalhau e do arenque nos mares da costa nova, segundo alguns registos da época, pois não havia grande abundancia nem dinheiro para se comprar iscos.Jigging clube

Em Portugal existem relatos da utilização desta forma de pescar utilizada pelos pescadores de atum na altura que estes davam a sua entrada nos mares dos açores, e como havia uma enorme necessidade de peixe para as fabricas de conservas, esta foi a forma de conseguirem ter sempre um isco, quando os outros se acabavam numa jornada de pesca por vezes de dias seguidos no mar, e com a vantagem de não perderem muito material, pois como se compreende naquela época não havia a oferta que hoje existe em termos de materiais.

Nos anos 90 um japonês de seu nome Yoichi Mogi, reinventou o Jigging, tendo entretanto desenvolvido a técnica do YO-YO.
A partir desta altura o mercado da pesca, isto é os fabricantes de material de pesca viraram-se para esta nova modalidade técnica de pesca devido a enorme implantação que a mesma teve a nível mundial, destacando-se países como Austrália, Nova-Zelândia e Japão.

Pois esta técnica veio-se apurar que era extremamente eficaz na captura de grandes exemplares, não só em peixes de fundo, tais como pargos garoupas ou meros, assim como de pelágicos tipos de atum, lírios, etc..

O JIGGING, também conhecido por pesca vertical, tem-se revelado um verdadeiro fenômeno mundial na pesca desportiva da atualidade, sobretudo pelas enormes capturas que possibilita. Isto porque, resumidamente, a pesca vertical é a técnica em que o pescador se depara com os maiores exemplares que habitam as profundidades dos mares, utilizando em seu auxílio zagaias de diferentes pesos, feitios e desenhos, deixando-os primeiro cair até ao fundo e trazendo-os depois de novo à superfície, dando asas ao movimento do “jig”. jigging_clube_peixe

Este tipo de pesca faz-se normalmente em zonas com transformações dos níveis de mar, perto de grandes rochas submarinas, plataformas, barreiras de coral, naufrágios, etc.
A conclusão retirada é que os melhores spots para praticar o jigging são os locais onde há abundância de alimento para os peixes pequenos, e como tal, um aglomerado dos mesmos, o que leva a que os seus predadores, os peixes maiores, tentem caçar alimento nessa zona.

A pesca ao JIGGING costuma fazer-se em profundidades que vão dos 30 MT aos 250 MT, e o material utilizado neste tipo de pesca deve ser muito resistente, uma vez que podem ser capturados exemplares realmente de grandes dimensões.
Como é certo e sabido, nem todos os peixes têm os mesmos gostos e preferências, e enquanto alguns gostam de perseguir zagaias em alta velocidade, outros demonstram clara preferência pelos movimentos mais lentos e ritmados.

Os pormenores a ter em conta neste tipo de pesca passam também pelo reconhecimento das mudanças de hábitos de cada exemplar, assim como a região que habita e o seu tipo de alimentação, para saber se está ou não disponível nas águas em que se pratica a pesca ao Jigging.
As zagaias utilizadas na pesca vertical, ou JIGGING, podem ser largas, curtas, retilíneas, convexas, etc; e os seus pesos podem variar entre as 60 Gr e as 400 Gr, variando por uma enorme escalada de cores e formas, tais como cores heliográficas florescentes.jigging_clube_peixe_11

Assim, dependendo do modelo utilizado, a sua queda nos oceanos será mais ou menos rápida e caíra de forma directa, em folha seca, espiral ou em zig-zag, etc.
A forma e o peso das zagaias normalmente são distribuídos conforme cada fabricante, e as suas barbatanas normalmente são metálicas. O objectivo final, além da captura do peixe, é levar a zagaia ao fundo do mar… o resto, depende de uma série de condições inerentes ao tempo, ao local e à própria zagaia.

Jigging