Campeonato do Mundo Seniores e Sub21 (2015)

Seleção Nacional de Pesca em Barco Fundeado

A nossa Seleção já está de “malas aviadas” para ir disputar o Campeonato Mundial de Pesca em Barco fundeado, que se realiza Bundoran/Mullaghmore – Irlanda, entre 12 e 19 de Setembro. A saída com destino à Irlanda será no próximo dia 9, desta vez por via aérea. A saída é antecipada porque se pretende que sejam feitos treinos no local das provas,que tão produtivos costumam ser. Como sempre os nossos atletas irão dar tudo para que seja elevado o nome de Portugal.
Prometemos dar muitas noticias.
Força rapazes

selecao_nacional

DIA 1(09SET2015)

DIA 1(09SET2015) – Lisboa – Bundoran (Irlanda): Como sempre tinha que haver algo que falhava, ainda em Lisboa, no Aeroporto, soubemos que não havia sido comunicado à companhia que nos transportava que trazíamos carga extra, imaginem o transtorno que foi. Por entre conversa esgrimida para vários lados, lá se conseguiu arranjar uma solução, só que entretanto o tempo foi passando e tivemos que andar a correr no aeroporto para conseguirmos apanhar o avião em tempo. Corremos tanto que o Cláudio ficou no estado que podem observar… no avião, nem deu pela aterragem.
Chegados a Dublin, foi a procura das viaturas reservadas … correu bem e de seguida 220Km por estradas secundárias desconhecidas. Chegámos ao Hotel cerca das 24H00.
Aqui sim, surgiu o grande problema, chegou-se à dura realidade de que tinha ficado uma das malas do Sílvio, na sede do “Rent a Car”, em Dublin. Precisamente a que tinha toda a sua roupa, os anzóis e os carretos.
Pânico gerado… depois com alguma dose de calma e discernimento adotou-se uma atitude positiva e acreditou-se piamente que alguém de bem a tinha encontrado e a tinha entregue no escritório do dito “Rent a Car”. No dia seguinte ir-se-ia telefonar logo de manhã, para saber se lá estaria e depois decidíamos o que iriamos fazer.
A camaradagem que se impõe, e que sem ela estes projetos não têm sentido, brilhou mais alto e no dia seguinte, no primeiro treino, certamente o Sílvio iria ter mais material para treinar que qualquer um dos outros.
Fomos todos tentar dormir porque no dia seguinte tínhamos que acordar bem cedo.

dia1_barco_fundeado

DIA 2(10SET2015)

DIA 2(10SET2015)– (Irlanda)- 1º dia de Treinos não Oficiais: Primeira preocupação, a mala do Silvio: a indicação de que às seis poderíamos ter alguma resposta, passou para as 08H00 e das oito passou para as 09H00 hora de abertura dos “perdidos e achados”. Mas pouco depois das 09H00, sim, tivemos a informação de que uma mala com as características da que deixámos em Dublin estava efetivamente lá. Foi uma grande alegria para todos mas especialmente para o Sílvio. Como a organização tinha que providenciar transporte à equipa eslovena do aeroporto de Dublin para Bundoran, prontificou-se para que cerca das 24H00, o condutor desse transporte recuperasse a mala.
Com esta boa notícia saímos do Hotel para o local onde iríamos embarcar, Mullaghmore, a cerca de 12 km. Chegados ao local deparámos com uma excelente embarcação e com um skipper, sobre o qual tínhamos as melhores indicações. A opção, relativamente ao material a utilizar, foi de que se levaria muito poucas baixadas feitas e que se fariam depois do 1º treino de acordo com o que iríamos verificar no local.
Definitivamente os primeiros dias de treino nunca são muito bons e este não deixou de cumprir a tradição, com um vento fortíssimo e com um “ferro” inadequado na embarcação (tinham perdido o ferro no dia anterior, só nos acontece a nós …) imaginem o que aconteceu e quantas vezes o barco ficou” à rola”. Calculam que para quem não conhece estes mares e as espécies que se capturam por aqui e pretendem retirar conclusões é muito mau. Mesmo assim foi produtivo e na reunião da tarde je se conseguiram retirar algumas conclusões que levaram À elaboração de baixadas a serem testadas no dia seguinte, isto depois de um lanche feito com produtos portugueses trazidos aqui pelos vossos amigos que foram aprendendo com o tempo. Apenas tivemos que comprar pão (a rainha Baguete, o melhor que há por cá) e alguns líquidos, para matar a sede.
A alimentação nesta zona não é aquela que mais gostamos mas já temos sido pior servidos. Este ano temos dois que não estão a gostar mesmo nada do comer, vamos ver a progressão. Ao jantar os pratos foram de um “Irish Gourmet” que nem acreditam… o nosso estômago aguenta cada coisa.
De seguida foi trabalhar nos quartos o necessário porque o pequeno almoço seria às 08H00.
Daqui desta Ilha cumprimentos a todos, da nossa seleção..

dia2_barco_fundeado

DIA 3(11SET2015)

DIA 3(11SET2015)– (Irlanda)- 2º dia de Treinos não Oficiais:
Levantamo-nos e a primeira preocupação é saber da mala do Sílvio. A desculpa foi de que o condutor se esqueceu de ir buscar e ficou prometido que na manhã de dia 12 estaria no Hotel, esperamos que sim.
Após o pequeno-almoço lá vamos para o segundo treino, tentando pescar em outro tipo de fundo, a areia. Tentámos mas mais uma vez sem grandes resultados pela impossibilidade técnica da embarcação. Passámos da zona 3 para a 4 (a mais distante), fundo de pedra, e aí o fruto do trabalho da noite anterior começa a dar resultados e fazem-se boas capturas, tanto em qualidade como quantidade, sempre testando, testando e testando…
Treino muito cansativo com mar muito duro, mas com pouco vento. Depois do resultado pretendido, foi rumar a terra, pois já ouvíamos as habituais vozes, “tou com fome”, “tou cheio de fome” e “tou a desfalecer”, adivinhem da parte de quem?
Chegados a terra fomos às compras para o lanche que desta vez seria um lanche/reunião técnica aproveitámos para fazer as duas coisas e por entre sugestões de baixadas, estralhos e anzóis surgiu um conselho a um elemento da comitiva que pela quantidade de nódoas que já tinha em várias peças do vestuário, durante os lanches, que em próximas situações “talvez seja melhor arranjares uma roupinha só para comer, assim não estragavas o resto”.
Sempre com a boa disposição a reinar chega a hora do jantar com aquela nuvem de mistério sobre o que nos irão dar, a pairar. Pela primeira vez o Alexandre gostou de tudo o que lhe foi servido, coisa rara, vamos ver se continua assim O Manel é que não está a gostar muito, vinga-se nos lanches…
Depois de jantar, continuou o trabalho, mas hoje aproveitasse para dormir que amanhã é dia de muito trabalho em terra.
Será que vai aparecer a mala? Who Knows…..

dia3_barco_fundeado

DIA 4 (12SET2015 – Bundoran (Irlanda)

DIA 4 (12SET2015 – Bundoran (Irlanda): A Equipa acordou bem disposta e fomos para o pequeno almoço cerca das 09H00.Durante o mesmo foi abordado o tema do ressona versus não ressono e com a maior simplicidade do mundo, o nosso campeão diz que “quando alga passa no nosso quarto (o dos algarvios) ouve-se ressonar no corredor, como somos os dois acham que estamos a conversar um com o outro” … muita conversa têm!!!
Também descobrimos que, pela razão de um dos nossos atletas não poder ver leite queijo e derivados, descobrimos um novo produto Irlandês “something with no Nates”, coitado do Alexandre…
Para felicidade de todos, mas especialmente do Sílvio, a mala chegou ao hotel hoje de manhã. Como havia referido hoje foi um dia de trabalho e de elaboração de baixadas, reparação de canas e outras tarefas tendentes a que o próximo e último treino se aproxime a um dia de prova. Ficámos todo o dia no hotel exceto à hora do almoço, em que se espaireceu um pouco e fomos almoçar à cidade. Correu muito bem, a comida estava ótima (ver a felicidade nas fotos) e os anfitriões espetaculares, num restaurante tradicional Irlandês. Em cima bebemos um irish cofee que por cá sabe de outra maneira, exceto dois atletas, que a pedido do Manel beberam “café com NOFING, Tanques”…
O primeiro jantar integrados na organização do mundial decorreu à semelhança dos anteriores, verificamos que os pratos são sempre os mesmos, não variam de 4 disponíveis, esperamos que não seja para continuar.
Amanhã começa oficialmente o Campeonato do Munto com reunião de capitães e cerimónia de abertura.
Boa Sorte para os nossos rapazes, estão a fazer tudo para que os objetivos sejam alcançados, com boa disposição, muito trabalho e perserverança.

dia4_barco_fundeado

DIA 5 (13SET2015 – Bundoran (Irlanda)

DIA 5 (13SET2015 – Bundoran (Irlanda): Hoje foi o início oficial do 52º Campeonato do Mundo e como habitual decorreu a reunião de capitães onde foram esclarecidos aspectos logísticos do campeonato, indicações técnicas e efetuados os sorteios para o treino oficial e para os três dias de prova.
A seguir ao almoço decorreu a Cerimónia de Abertura com um desfile das comitivas das Nações (Observem o ar garboso do nosso Porta-bandeira) participantes pela vila de Bundoran até ao Hotel e culminou com o içar das bandeiras e toque dos respetivos Hinos Nacionais, bem como dos discursos protocolares e abertura do campeonato pelo representante da FiPS-M.
Com o conhecimento dos sorteios houve a vontade dos atletas de saber com quem iam disputar e em que embarcação, mas depressa se desvaneceu quando se começou a assumir a ideia de que todos são para derrotar, isto é, é sempre para fazer o melhor possível seja com que adversários forem, e o melhor é ganharem os barcos onde estiverem.
Boa disposição… bom jantar (de estranhar, mas aconteceu), todos em forma para encarar o treino Oficial e fazer as últimas afinações.
Amanhã é para levantar cedo, pequeno-almoço às 06H00…
Beijinhos à Maria, que tão bem transportou a placa de PORTUGAL
UM ABRAÇO A TODOS DA COMITIVA NACIONAL

dia5_barco_fundeado

DIA 6 (14SET2015) – Bundoran (Irlanda)

DIA 6 (14SET2015) – Bundoran (Irlanda)- Treino Oficial: O princial objetivo dos nossos atletas era experimentar a pescar num fundo de areia, uma vez que em nenhum dos treinos particulares o havíamos conseguido. Saímos na embarcação “Kiwi Girl” e com felicidade nossa rumámos às zonas 1 e 2 que ainda não tínhamos experimentado, de pronto falámos com o mestre e este assentiu a que fossemos para um fundo de areia com cerca de 46 metros de profundidade. Os nossos “meninos” começar a testar e com bons resultados, várias vezes com as habituais bandeiradas de peixes como Whitings e solhas… Passado cerca de hora e dada a boa adaptação a decisão foi de mudar de local e testar de novo as montagens em fundo de pedra. Embora já tivéssemos feito melhor, mas mesmo assim capturaram-se badejos (alguns de bom porte) e bodiões.
Aconteceu um acidente de percurso: o Ricardo fez um corte num dedo, mas não assustou, acho que assustou mis quando o mestre trouxe super cola 3 para “estancar” o sangue. Não se preocupem os familiares do Ricardo porque está tudo bem com ele.
Descobrimos que na Irlanda também existe uma pedra da Anicha.
Com o final do horário de treino decidimos rumar a terra que a fome já ía apertando, especialmente nos mais “esquisitos” com a alimentação.
Não vos havia relatado, mas descobrimos a nossa salvação, onde vendem géneros mais semelhantes com os nossos (comida para p…ortugueses), passo a publicidade, um LIDL. Fomos às compras e fizemos um lanchinho dos nossos. Parecia que estávamos o jantar estava quase intragável…
Após a reunião diária sobre as conclusões a retirar do treino, passaram às últimas afinações e… caminha que amanhã é o primeiro dia de competição e há que estar fresco.
A moral está em cima e a vontade de vencer também, esperemos por uma pontinha de sorte que nestes casos também faz falta.
Força rapazes, em cima deles……

dia_6_barco_fundeado

DIA 7 (15SET2015) – Bundoran (Irlanda)

DIA 7 (15SET2015) – Bundoran (Irlanda)- 1º dia de provas: Os “ciganos” não gostam de bons princípios nos filhos.
Este 1º dia de prova não correu como esperávamos, mas nada está perdido
Os nossos atletas fizeram tudo o que lhes foi possível, mas não conseguiram o pretendido.
Não será possível dar as classificações oficiais por problemas informáticos ( a esta hora em que estou a postar ainda não temos a classificação do dia. Adiantamos que nos respetivos barcos fizeram as seguintes classificações: Sílvio – 2º; Ricardo – 4º; Cláudio e Manel – 6º e João – 7º.
Estamos a trabalhar todos para mudar o rumo, muitas novas baixadas, muitos estralhos diferentes, enfim tentando reduzir ao máximo as surpresas. Vamos em frente com toda a dedicação e força.
Aproveitamos para agradecer todos os incentivos que nos têm deixado. Vamos tentar que não fiquem defraudados.
Cumprimentos de toda a comitiva

dia7_barco_fundeado

DIA 8 (16SET2015) – Bundoran (Irlanda)

DIA 8 (16SET2015) – Bundoran (Irlanda)- 2º dia de provas: Hoje correu um pouco melhor, mas nada do que todos pretendíamos.
Continua sem ser possível dar as classificações oficiais, nem sequer as do primeiro dia, por problemas informáticos ( a esta hora em que estou a postar ainda não temos a classificação do dia 1º dia e do dia de hoje). Adiantamos que no dia de hoje os nossos atletas fizeram nos respetivos barcos as seguintes classificações: Cláudio – 2º; Sílvio e Manel – 4º; Ricardo– 6º e João – 8º. Pela classificação oficial fizemos 9º lugar por Nações no 1º dia e julgamos que hoje fizemos melhor….
Sem servir de desculpa estamos numa realidade em que a pesca embarcada é completamente diferente da que fazemos em Portugal e no nosso país não temos qualquer local que se assemelhe ás características desta zona, nem pela qualidade espécie de peixes nem pela técnica de pesca. Para os mais habituados a esta linguagem, imaginem baixadas com 4 metros ( utilizando canas com 5m) com dois anzóis em cima com estralhos de cerca de 80cm e um anzol em baixo com estralho de 50, estranho não é? Etc, etc
E isto só descobrimos durante a competição olhando para as equipas que competem connosco. Por algum motivo as equipas da zona Irlanda Inglaterra e gales são as que fazem melhores resultados, tal como os italianos e franceses que são (quase) profissionais-
Fazemos o nosso melhor e amanhã com certeza que faremos melhor que hoje, porque não pescamos pior que os outros.
Um grande abraço para todos e um MUITO OBRIGADO PELO APOIO
Esperamos amanhã já dar algumas classificações

dia8_barco_fundeado

DIA 9 (17SET2015) – Bundoran (Irlanda)

DIA 9 (17SET2015) – Bundoran (Irlanda) – Último dia de provas: O Campeonato do Mundo devia de ter começado hoje.
Hoje os nossos atletas fizeram nos respetivos barcos as seguintes classificações: Sílvio – 1º; Cláudio e Manel – 2º; Ricardo – 4º e João – 7º.
Como era previsível com o passar dos dias a adaptação dos nossos atletas tem sido melhor, nesta condição é que deveríamos ter começado o Campeonato e depois começar a discutir os lugares cimeiros, mas não foi possível.
Certo é que todos fizeram o máximo para atingir outros resultados, e disso ninguém pode duvidar.
Vamos ver o que poderemos melhorar para os próximos mundiais e se o podermos fazer, faremos com toda a certeza.
Agora é hora de arrumar a tralha e pensar no regresso. Logo que tivermos classificações oficiais finais divulgamos por esta via.
Parabéns aos nossos atletas pelo esforço, dedicação e perseverança e para todos vós um muito obrigado pelo apoio.
Um abraço a todos

dia9_barco_fundeado

 


51º Campeonato do Mundo de Pesca em Barco Fundeado 2015

logo_ipma Seniores
(individuais)
Resultados Finais
Nações Resultados Finais